BÍBLIA COMENTADA NO WHATSAPP!



Se você quer receber versículos no seu WhatsApp,
basta enviar uma mensagem pelo Whats para:



+55 11 97554 4484


É simples, prático e muito fácil estar
em contato com a Palavra de Deus!



Um Serviço adWhats


Jesus BATERIA numa criança





"Jesus BATERIA em uma criança?

Se sim...

para onde apontarias biblicamente

alguém que não consegue imaginá-lO fazendo isso?"

Se Jesus fosse casado e com filhos, acho que BATERIA nas crianças.

E acho que o lugar que eu iria para ajudar

uma pessoa a ver que Ele faria isso

quando ela não pode imaginar que Ele faria

é

número 1:

Para...

Mateus 5.

Onde ele diz: "Nem um jota,

nem um til,

passará da Lei até que se cumpra."

Ou seja, toda Lei e os Profetas

continuam até que se cumpram.

E a Lei diz:

"Use a vara. Não mate a criança."

Parafraseando.

O livro de Provérbios diz:

"Se não usares a vara,

tu odeias teu filho."

Jesus cria na Bíblia.

E teria feito isso.

Agora...

Isso...

não chega ao coração da questão.

O coração da questão é:

"Porque essa pessoa se sente assim?"

Que visão de mundo

faz uma pessoa pensar que não deve disciplinar uma criança?

De onde veio isso?

Veio direto dessa cultura, eu acho.

Tem um anúncio, que ficava

na lateral da ponte 35W

na direita, para o Norte.

E diz isso:

"Nunca, nunca, nunca, nunca, nunca machuque uma criança."

Viu esse anúncio?

Só diz isso.

E bater é tido como machucar a criança.

É contra a lei, na Suécia, bater na criança.

É contra a lei, acho, em

alguns estados da América, talvez,

bater numa criança.

Eu iria preso por essa questão.

Quer dizer, Talitha está no ponto em que

não preciso bater mais. Minha filha de 13 anos.

Mas bati, quando era pequena.

Mas, posso dar toda uma teologia sobre bater aqui.

Mas, talvez... só:

Porque essa pessoa se sente assim?

E acho que se trata de uma visão errada de Deus.

No fundo,

essa pessoa crê que Deus traz dor às nossas vidas?

Porque Romanos...

Hebreus 12

faz a conexão direta entre

"Deus disciplinando todo filho a quem ele ama

e batendo em todos em quem se alegra!"

Minha paráfrase.

E o objetivo ali é sofrimento.

Deus traz sofrimento à nossa vida e

os Hebreus conectam

a paternidade de Deus aos seus filhos

através do sofrimento.

Essa é uma visão errada de Deus.

Deus usa sofrimento para disciplinar seus filhos

e nós também.

Agora...

Você não danifica uma criança.

Você não faz isso!

E deixa um olhão preto

ou quebra o braço.

Crianças tem bumbuns gordinhos

para serem batidos.

Quando meus filhos tinham 3 ou 4 anos,

desenhavam com lápis alaranjados na parede.

Eles sabim o que ia acontecer.

Um dia... vou ilustrar como isso funciona emocionalmente.

Encontrei uma marca

alaranjada

na parede do hall superior. De um lápis.

Na altura de Barnabas.

E ele tem 3 ou 4 anos.

E eu disse: "Vem aqui Barnabas."

"Você fez aquela marca na parede?"

"sim"

Pelo menos, ele é honesto.

Eu disse:

"Temos uma regra contra isso.

Você sabe que não pode riscar a parede com seus lápis."

"sim"

"Então, o que deve acontecer?"

"palmadas"

"Isso mesmo."

Levei pro quarto.

Estou amando ele de morte.

E ele chora fácil. Ele chorou.

E quando parou,

abração.

E eu disse:

"Não faz mais isso, OK?

Papai te ama, não risque a parede, Ok?"

3 minutos depois pulando feliz, feliz, feliz.

Agora, se eu dissesse:

"Vai pro quarto e fica lá até se sentir bem culpado

e então vamos ver se

tu faz a coisa certa."

Que jeito maligno de punir uma criança!

Bater é tão limpo, rápido, aliviante!

A criança se sente perdoada e está livre!

E feliz.

Esses modernos... eu falo como um cara antigo.

Esses modernos: "Vai sentar no canto"

"Balela, bata em mim! Quero ir brincar."

Acho que bater é bem saudável pras crianças.

E é uma aplicação controlada

de um ato não-danoso de

mínima dor

que faz a criança ver a seriedade do que ela fez.

Não é "espancar". Não é "abuso".

É diferente. A palavra "bater" existe

porque existe uma maneira amorosa

de bater no bumbum de uma criança

ou nas coxinhas gordas.










Enviar Comentário