BÍBLIA COMENTADA NO WHATSAPP!



Se você quer receber versículos no seu WhatsApp,
basta enviar uma mensagem pelo Whats para:



+55 11 97554 4484


É simples, prático e muito fácil estar
em contato com a Palavra de Deus!



Um Serviço adWhats


As quatro pistas da igreja emergente





O PÚLPITO CONTEMPORÂNEO

AS 4 PISTAS DA IGREJA EMERGENTE

As quatro pistas de uma estrada.

A primeira é a dos Emergentes Evangélicos.

Por evangélicos, eu quero dizer que, doutrinariamente,

eles acreditam que: a Bíblia é a palavra de Deus,

somos pecadores, Jesus nasceu de uma virgem, viveu sem pecado,

morreu na cruz, ressuscitou para nossa salvação,

e que realmente o céu existe, realmente o inferno existe. Estas são as grandes questões.

Os Emergentes Evangélicos tendem a ter uma igreja super-legal,

igreja dentro da igreja e implantação de igrejas.

Os caras que estão nessa pista, são

Dan Kimball, que é meu amigo,

Rick McKinley, que é pastor e meu amigo

John Burke, que é um cara legal e meu amigo

e Donald Miller, que escreveu o livro "Blue Like Jazz"

(e me detonou), mas ele é um cara legal e meu amigo.

Esses caras só estão tentando dizer:

"Não estamos tentando mudar tudo no Cristianismo,

só estamos tentando descobrir como tornar, a igreja e o cristianismo,

mais relevante, mais aplicável

para pessoas que, de outra forma, não teriam nenhum interesse em Jesus ou na igreja"

Nós podemos discordar um pouco deles, porque vários deles têm pastoras mulheres, e coisas assim.

Mas na maior parte, aquela pista anda bem.

Não vamos passar de carro e metralhar. Nós os amamos. Está legal. Tudo bem.

O próximo grupo são os Evangélicos da Igreja nos Lares.

E de novo, doutrinariamente, são irmãos e irmãs em Cristo.

Nós discordamos em algumas coisas menores,

mas não há razão para jogar o carro deles para fora da estrada.

E, o negócio de Igreja nos Lares é o seguinte, eles dizem:

"Vamos nos livrar dos prédios,

dos pastores e dos pregadores"... como eu (eu digo, que não).

Mas, eles falam assim mesmo e dizem: "Chega de fazer igreja grande,

só vai ter igreja pequena.

Vamos nos reunir em casas, em cafés,

vamos ter 10-20-30 pessoas no máximo e vamos ter a igreja nos lares".

Eles dizem: "Funciona no mundo todo."

E eu diria: "Sim, tende a funcionar, em países como a China

onde o cristianismo é ilegal e tem que ficar escondido.

Mas, não acho que seja o melhor para esta cultura". Eles dizem: "Mas é bíblico".

E eu diria: "Bem, a igreja primitiva, em Atos 2, se reunia de casa em casa com certeza,

mas também no pátio do templo tinha grandes reuniões.

E eu diria, que Mars Hill também é assim.

Nós temos as nossas reuniões grandes no domingo e nos reunimos nas casas

basicamente como igreja nos lares - para refeições, estudo bíblico, orações, cuidar,

compartilhar, amar, ser comunidade e se relacionar durante a semana.

Mas, eles não estão tentando mudar o que cremos,

só estão tentado inovar, com um novo estilo de igreja".

Em terceiro lugar, vêm os Emergentes Reformados.

Esse é o meu time por isso, obviamente, é o certo. Então, vou explicar direitinho para vocês.

Esse é o pessoal que acredita em tudo que identifica os evangélicos

e que está tentando encontrar um meio de fazer uma igreja

mais relevante, acessível e conectada com a cultura.

Muitos de nós estamos envolvidos em implantação de igrejas.

É o caso da Rede Atos 29, da qual temos o privilégio de fazer parte, com alguns caras ótimos.

Aqui estão incluídas outras redes de implantação de igrejas como a do Dr. Tim Keller de Nova Iorque

e a da Graça Soberana de C. J. Mahaney.

Nós amamos a tradição teológica reformada,

por isso amamos João Calvino, Martinho Lutero, os Puritanos, Jonathan Edwards,

Charles Haddon Spurgeon - pessoalmente, um dos meus favoritos.

Nós gostamos dos pais-fundadores do Evangelicalismo de 50 anos atrás:

Billy Graham, John Stott, J.I. Packer, Francis Schaeffer.

Nos dias atuais, nós amamos missiólogos como Ed Stetzer,

nós amamos pregadores como o Dr. John Piper

nós amamos teólogos como o Dr. Wayne Grudem e Dr. D. A. Carson

Tive o privilégio de conhecer todos esses caras, caras maravilhosos, por sinal.

Então, esse é o nosso time.

Nós cremos no que os evangélicos crêem, e em mais algumas coisas especificas

e tendemos a ter apenas pastores homens,

porque I Timóteo 3 e Tito 1 nos fizeram ir nessa direção.

Os caras da Igreja Emergente nos Lares são liderados por caras como Neil Cole,

que escreveu o livro "Igrejas Orgânicas" ,Frost e Hirsch, missiólogos australianos.

Esse time, ou devo dizer essa pista, de certo modo, estou nela.

Tem o Matt Chandler, que está aqui para pregar essa semana

e meu chapa Darrin Patrick. Esses dois caras são meus amigos

Essa é mais ou menos a nossa pista, onde nós estamos.

Mas, tende a ser diferente da teologia reformada tradicional,

porque o louvor é bem livre e tendemos a ser carismáticos,

ou seja, todos os dons existem hoje: falar em línguas, curas. Nós acreditamos em tudo isso,

mas tendemos a ser menos rígidos nas coisas.

O que aconteceu foi que, em setembro de 2006, a revista Christianity Today

publicou um artigo, dizendo que

as duas teologias mais populares entre os pastores jovens,

eram a dos Emergentes Reformados, nossa pista, e a dos Emergentes Liberais,

uma pista à qual eu estive de certa forma conectado, mas da qual sai.

Eu diria que meu problema com essa turma,

não é porque eles estejam tentando achar maneiras individuais de ser igreja,

mas também porque questionam muitas doutrinas cristãs,

que não deveriam ser questionadas, particularmente pelos que se dizem pastores.

Eles dizem: "Mas, só estamos perguntando".

Perguntas do tipo: "Jesus é Deus mesmo?

Ele morreu mesmo na cruz em nosso lugar pelos nossos pecados?

Será que alguém vai, realmente, para o inferno?

Será que você precisa mesmo de Jesus para ir para o céu?

Será que o sexo fora do casamento, inclusive a homossexualidade, é pecado mesmo?"

Mas, no meio desse questionamento todo, eles mesmos não respondem às perguntas.

Agora, os líderes desta pista são homens como Brian McLaren,

que eu amo, porque eu conheço todos esses caras, exceto Rob Bell.

Eu conheço todos os caras, das 4 pistas, e eu diria que,

pessoalmente, são caras bacanas, eu os amo.

Eles nunca foram maus, cruéis ou grossos comigo, de maneira nenhuma.

Então, não é uma implicância minha, mas é uma preocupação com o conteúdo do ensino deles.

Isso inclui Brian McLaren, Doug Pagitt e Rob Bell, que também tem uma igreja chamada Mars Hill,

sem nenhuma filiação conosco, em Grand Rapids, Michigan.

Mas, a minha preocupação é, com caras como Bell,

em seu livro "Velvet Elvis" basicamente afirma,

, "Sabe, se nos livrarmos, por exemplo, do nascimento virginal de Jesus, realmente não perdemos nada"

Eu digo: "Nós perdemos a Bíblia e Jesus". E, isso é muito.

RRrrrr. Isso é praticamente tudo. É como serrar o galho onde estamos todos sentados.

Se a Bíblia mentir a respeito de Jesus, nós perdemos tudo.

A mãe de Jesus é apresentada na Bíblia como uma virgem.

É assim que está lá. Se perdermos isso, perdemos muito.

Um cara como McLaren, não responde sobre homossexualidade.

Ele não responde a questão da cruz, ou do inferno.

Eles, continuamente, evitam todas essas perguntas.

Eu perguntei a Don Pagitt... - a propósito, eles são parte de algo chamado "Emergent Village" ,

uma organização que eu não apoio,

onde Rob Bell tem McLaren e Pagitt cobrindo seu púlpito e pregando para ele,

então todos trabalham juntos, até certo ponto

- então, eu perguntei a Don Pagitt porque nós participamos de um livro, cinco de nós ,

"Falando das Crenças Da Igreja Emergente" e a rádio nacional organizou um debate...

discussão... uma conversa, não se pode mais debater,

tem que conversar ou as pessoas se sentem magoadas e colocam nos blogs.

Então, nós tivemos uma conversa,

e eu perguntei a ele - porque Don é meu amigo, um cara legal, que eu aprecio muito.

Você acha que está Ok ser homossexual e cristão?"

E ele disse: "Claro!" Eu disse: "Mesmo?"

Isto significa, que eles estão questionando ou estão descartando de cara, uma doutrina cristã,

que foi estabelecida há bastante tempo atrás.

Portanto, eu diria que as três pistas, que eu listei primeiro

são amigas entre si e não tenho grandes preocupações com elas,

talvez só umas divergências menores.

Mas, esta quarta pista, da "Emergent Village",

acho que eles já saíram totalmente da estrada e se perderam na floresta.









Enviar Comentário