Biblia Comentada por Versículo - RSS

 Mateus - Cap.: 18

12345678910
11121314151617181920
2122232425262728
1 - NAQUELA mesma hora chegaram os discípulos ao pé de Jesus, dizendo: Quem é o maior no reino dos céus?
    18,1-35 Este capítulo é o quarto dos cinco grandes discursos de Mateus (Introdução: Características e temas).
    1. Quem é o maior no reino dos céus? - Qual de nós será o primeiro-ministro teu? Eles ainda sonhava com um reino temporal.
2 - E Jesus, chamando um menino, o pôs no meio deles,
    2. E Jesus, chamando-lhe uma criança - Este é suposto ter sido o grande Inácio, a quem Trajano, o sábio, o bom imperador Trajano, condenado a ser lançado às feras em Roma! Mark ix, 36 ix, Lucas, 47.
3 - E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrareis no reino dos céus.
    18:3 como crianças. Jesus não faz essa comparação, porque as crianças são supostos ser inocente, mas porque eles são dependentes de outros e aceitar de bom grado o que eles não podem fornecer por si.
    3. Se não vos converterdes - O primeiro passo para entrar no reino de graça, é para ser como as criancinhas: humilde de coração, sabendo-se totalmente ignorante e indefeso, e penduradas em todo o vosso Pai que está nos céus, para o fornecimento de todos os seus desejos. Nós podemos mais afirmar, (embora seja duvidoso que esse texto implica tanto), salvo ye ser transformado das trevas à luz, e do poder de Satanás para Deus, não vos inteiramente, interiormente mudado, renovado à imagem de Deus, não podereis entrar no reino de glória. Assim, todo homem deve ser convertido nesta vida, ou ele nunca pode entrar na vida eterna. Ye não entrará sábio - Longe de ser grande na mesma. Matt. xix, 14.
    5 º, 6. E todos os que estão, neste sentido, as crianças pequenas são indescritivelmente caro para mim. Portanto ajudá-los a tudo o que puder, como se fosse eu em pessoa, e ver que eles não vos ofender, isto é, que vós não vire-os fora do caminho certo, nem impedi-los na mesma. Matt. x, 40, Lucas x, 16, João XIII, 20.
4 - Portanto, aquele que se tornar humilde como este menino, esse é o maior no reino dos céus.
5 - E qualquer que receber em meu nome um menino, tal como este, a mim me recebe.
    18:5 Aquele que recebe. Uma vez que os seguidores de Jesus deve tornar-se "como crianças," a criança "pequena" representa qualquer discípulo. Resposta para os discípulos de Jesus é uma resposta ao próprio Jesus, e causando um discípulo para o pecado é uma ofensa grave (v. 6).
6 - Mas, qualquer que escandalizar um destes pequeninos, que crêem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma mó de azenha, e se submergisse na profundeza do mar.
7 - Ai do mundo, por causa dos escândalos; porque é mister que venham escândalos, mas ai daquele homem por quem o escândalo vem!
    18:7 depravação humana universal resultará em ofensas inevitável ( "delitos deve vir"), mas a responsabilidade individual ( "Ai daquele homem por quem o escândalo vem ") não é diminuída pela ocorrência corriqueira de pecado.
    7. Ai do mundo por causa dos escândalos - Ou seja, a miséria indescritível será em todo o mundo por meio deles, por isso necessário que venham escândalos - Essa é a natureza das coisas, e essa fraqueza, loucura e maldade da humanidade, que não pode ser, mas eles virão, mas ai daquele homem - ou seja, miserável é aquele homem, por quem o escândalo vem. Crimes são, todas as coisas que qualquer um está ligado a partir do ou impedido na forma de Deus.
    8 º, 9. Se a tua mão, pé de olho, porque te ofender - Se o gozo mais caro, a pessoa mais amada e útil, por sua vez te fora, ou prejudicar-te pelo caminho não é este ditado um disco rígido? Sim, se tu tomar conselho com carne e sangue. Matt. v, 29; ix Marcos, 43.
8 - Portanto, se a tua mão ou o teu pé te escandalizar, corta-o, e atira-o para longe de ti; melhor te é entrar na vida coxo, ou aleijado, do que, tendo duas mãos ou dois pés, seres lançado no fogo eterno.
    18:8, 9 Veja as notas 5:1-7:29 e 5:29.
9 - E, se o teu olho te escandalizar, arranca-o, e atira-o para longe de ti; melhor te é entrar na vida com um só olho, do que, tendo dois olhos, seres lançado no fogo do inferno.
10 - Vede, não desprezeis algum destes pequeninos, porque eu vos digo que os seus anjos nos céus sempre vêem a face de meu Pai que está nos céus.
    18:10 seus anjos. A Escritura ensina que os anjos de guarda e ministrar ao povo de Deus (Salmo 91:11; Heb. 1:14) e que estes seres espirituais podem ser atribuídas áreas específicas de responsabilidade (Dn. 12:1). Embora este versículo às vezes é interpretado como significando que cada crente tem um guardião pessoal angelical (Atos 12:15 e nota), essa crença popular vai além da evidência bíblica. No entanto, o cuidado de Deus para o Seu povo por meio de anjos deve ser um incentivo para os cristãos.
    10. Veja, não desprezeis um destes pequeninos - Como se fossem abaixo do seu anúncio. Tenha cuidado ao receber e não para ofender, o crente mais fraco muito em Cristo: para que desprezível como alguns destes podem aparecer para ti, os anjos de Deus têm uma carga peculiar sobre eles: mesmo aqueles de mais alta ordem, que constantemente aparecem ao trono do Altíssimo. Para contemplar o rosto de Deus parece significar a espera perto de seu trono, e ser uma alusão ao cargo de chefe de ministros nos tribunais terrestres, que conversa diariamente com seus príncipes.
11 - Porque o Filho do homem veio salvar o que se tinha perdido.
    11. Outro, e ainda uma razão mais forte para o seu não desprezá-los é que eu me vim ao mundo para salvá-los. Luke xix, 10.
12 - Que vos parece? Se algum homem tiver cem ovelhas, e uma delas se desgarrar, não irá pelos montes, deixando as noventa e nove, em busca da que se desgarrou?
    18:12-14 A preocupação com o que não é à custa dos noventa e nove, mas indica o compromisso de Deus para cada discípulo, e sua especial uma preocupação para desviar ou em perigo. Deus elege, procura, e que preserve não somente a igreja dele como um todo, mas cada indivíduo dentro da igreja. Ez. 34:11-16 provavelmente está por trás dessa parábola.
    12. Lucas xv, 4.
13 - E, se porventura achá-la, em verdade vos digo que maior prazer tem por aquela do que pelas noventa e nove que se não desgarraram.
14 - Assim, também, não é vontade de vosso Pai, que está nos céus, que um destes pequeninos se perca.
    14. Portanto, não é a vontade de seu Pai - Não faz meu desprezo pelo pai deles. Observar a gradação. Os anjos, o Filho do Pai.
15 - Ora, se teu irmão pecar contra ti, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, ganhaste a teu irmão;
    18:15 Se teu irmão pecar. Este procedimento em três fases para lidar com um cristão em pecado está no coração de toda a disciplina da igreja. O objetivo é trazer o arrependimento, mantendo a consciência pública geral do pecado a um mínimo. Em nenhum momento o assunto está a ser transmitida para o mundo em geral. Veja a nota teológica "Igreja Disciplina e excomunhão."
    15. Mas como podemos evitar ofender a alguns? ou sendo ofendido com os outros! Especialmente suponha que eles são bastante no errado? Suponha que eles cometem um pecado conhecido? Nosso Senhor nos ensina aqui como: ele estabelece um método seguro de evitar todos os crimes. Aquele que observa de perto este triplo regra, raramente vai ofender os outros, e nunca ser ofendido ele. Se alguém fizer alguma coisa errada, de que és um olho ou ouvido testemunha, assim diz o Senhor: Se teu irmão - Qualquer que seja membro da mesma comunidade religiosa: o pecado contra ti, 1. Vá e reprová-lo sozinho - Se ele pode estar em pessoa, se isso não pode ser tão bem feito, pelo teu mensageiro, ou por escrito. Observe, nosso Senhor não dá a liberdade de omitir tal, ou trocá-lo por qualquer uma das etapas seguintes. Se isso não suceder, 2. Toma contigo mais um ou dois - homens a quem ele ama ou estima, que pode então confirmar e reforçar o que dizes, e depois, se necessário exigir, testemunho do que foi falado. Se mesmo assim não suceder, então, e não antes, 3. Diga-o aos anciãos da Igreja - Lay toda a questão aberta perante aqueles que vigiar seu e de sua alma. Se tudo isso não vão, não têm mais relações sexuais com ele, só como tu com os pagãos. Qualquer coisa pode ser mais claro? Cristo faz aqui, como expressamente comando todos os cristãos que vêem um irmão do mal, para levar este caminho, não é outro, e para dar estes passos, nesta ordem, como ele faz para honrar seu pai e sua mãe. Mas se assim for, em que a terra não os cristãos vivem? Se passarmos do transporte privado do homem ao homem, aos processos de natureza mais pública, em que nação cristã estão conformados Igreja condena a esta regra? É esta a forma em que as sentenças eclesiásticas aparecer, no popish, ou mesmo o mundo protestante? São estes os métodos a utilizar, mesmo por aqueles que possuem mais alto da autoridade de Cristo para confirmar as suas penas? Vamos rezar fervorosamente, que essa desonra para o nome cristão pode ser apagado e que o homem comum não pode, com zombaria solene, sejam destruídos em nome do Senhor! Que ele seja para ti como um pagão - Para quem deves ainda vai bem sério, e todos os escritórios da humanidade. Luke xvii, 3.
16 - Mas, se não te ouvir, leva ainda contigo um ou dois, para que pela boca de duas ou três testemunhas toda a palavra seja confirmada.
17 - E, se não as escutar, dize-o à igreja; e, se também não escutar a igreja, considera-o como um gentio e publicano.
    18:17 igreja. A utilização da palavra "igreja" por Jesus pode parecer prematuro, mas apenas se a "igreja" é divorciado de suas amarras no Antigo Testamento. Na tradução grega do Antigo Testamento (Septuaginta), o "conjunto" do povo de Deus é chamado a ekklesia, ou "igreja". Uso de Jesus de Deut. 19:15 no v. 16 implica que a igreja é equivalente ao Antigo Testamento Israel.
    que ele seja para você como um pagão e um publicano. Essas pessoas estão a ser cortado da comunhão e da suspensão total das relações sociais com outros cristãos. Paulo aplica esta disciplina em 1 Coríntios. 5 e 1 Tm. 1:20.
18 - Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes na terra será desligado no céu.
    18:18 16:19 Veja nota.
    18. Tudo o que vos devem ligar na terra - com a excomunhão, pronunciada no espírito e poder de Cristo. Tudo o que haveis de solta - Por que a sentença de absolvição. Na Igreja primitiva, a absolvição não significou mais do que uma descarga de censura da Igreja. Volto a dizer - e não apenas a sua intercessão para o penitente, mas todas as suas orações Unidos, deve ser ouvido. Quão grande é, então, o poder da oração em conjunto! Se dois de vocês - Suponha que um homem e sua esposa. Matt. xvi, 19.
19 - Também vos digo que, se dois de vós concordarem na terra acerca de qualquer coisa que pedirem, isso lhes será feito por meu Pai, que está nos céus.
    18:19, 20 Estes versos deveriam ser tomadas no contexto mais amplo, ainda como lidar com a disciplina da igreja. V. 19 é uma nova aplicação do v. 18 e v. 20 diz que Jesus está presente para validar a atividade jurisdicional da Igreja.
20 - Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.
    20. Onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome - Ou seja, me adorares. Eu estou no meio deles - pelo meu Espírito, para acelerar as suas orações, guiar os seus conselhos, e responder às suas petições.
21 - Então Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete?
22 - Jesus lhe disse: Não te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete.
    22. Até setenta vezes sete - ou seja, sempre que houver ocasião. Um certo número é colocado para um incerto.
23 - Por isso o reino dos céus pode comparar-se a um certo rei que quis fazer contas com os seus servos;
    18:23-35 Veja 5:7 e 7:2. Aqueles que conhecem a misericórdia de Deus deve operar-se no princípio da misericórdia. Se o fizerem não mostrar misericórdia, mas insistem na justiça, eles não receberão a misericórdia, mas justiça. Um coração é um coração sem perdão unforgiven e está sujeito a tormento ", até que pagasse tudo" (v. 34; 6:12 nota). Um coração verdadeiramente perdoar é uma conseqüência do renascimento espiritual (João 3:3).
    23. Portanto - a este respeito.
24 - E, começando a fazer contas, foi-lhe apresentado um que lhe devia dez mil talentos;
    18:24 talentos. Um talento era a maior unidade monetária de moeda, o equivalente a seis mil denários ou dracmas (v. nota 28). Tal soma de dinheiro foi praticamente incontável e ilustra a enorme dívida do pecado que todos tenham incorrido diante de Deus.
    24. Um foi interposto, que lhe devia dez mil talentos - De acordo com o cálculo usual, se estas fossem talentos de ouro, isto equivaleria a setenta e dois milhões de libras esterlinas. Se fossem talentos de prata, que deve ter sido quatro milhões, £ 400.000. Nisto o nosso Senhor íntimos do grande número e peso de nossas ofensas contra Deus, e nossa absoluta incapacidade de fazer-lhe qualquer satisfação.
25 - E, não tendo ele com que pagar, o seu senhor mandou que ele, e sua mulher e seus filhos fossem vendidos, com tudo quanto tinha, para que a dívida se lhe pagasse.
    25. Como ele não tinha que pagar, seu senhor ordenou que ele fosse vendido - Tal foi o poder que tinham antigamente os credores sobre os seus devedores insolventes em vários países.
26 - Então aquele servo, prostrando-se, o reverenciava, dizendo: Senhor, sê generoso para comigo, e tudo te pagarei.
27 - Então o senhor daquele servo, movido de íntima compaixão, soltou-o e perdoou-lhe a dívida.
28 - Saindo, porém, aquele servo, encontrou um dos seus conservos, que lhe devia cem dinheiros, e, lançando mão dele, sufocava-o, dizendo: Paga-me o que me deves.
    18:28 cem denários. O denário romano era um salário diário de trabalhadores (20:2) e foi equivalente a dracma grego (Atos 19: 19). O montante devido pelo empregado para o segundo nada é primeiro em relação à dívida do primeiro servo do rei, era inferior a uma parte em cem mil.
29 - Então o seu companheiro, prostrando-se a seus pés, rogava-lhe, dizendo: Sê generoso para comigo, e tudo te pagarei.
30 - Ele, porém, não quis, antes foi encerrá-lo na prisão, até que pagasse a dívida.
    30. Fui com ele a um magistrado, e lança-lo na prisão, em protesto, ele deve ficar lá, até que pagasse toda a dívida.
31 - Vendo, pois, os seus conservos o que acontecia, contristaram-se muito, e foram declarar ao seu senhor tudo o que se passara.
32 - Então o seu senhor, chamando-o à sua presença, disse-lhe: Servo malvado, perdoei-te toda aquela dívida, porque me suplicaste.
33 - Não devias tu, igualmente, ter compaixão do teu companheiro, como eu também tive misericórdia de ti?
34 - E, indignado, o seu senhor o entregou aos atormentadores, até que pagasse tudo o que devia.
    34. Seu Senhor o entregou aos verdugos - prisão é uma punição muito severa nos países de Leste que na nossa. criminosos de Estado, especialmente quando condenados a ela, não são apenas confinadas a um subsídio de média e muito escasso, mas são freqüentemente carregados com tamancos ou jugos pesados, de modo que não pode nem mentir nem ficar à vontade, e por açoites freqüente e muitas vezes são rackings levados a um fim prematuro. Até que pagasse tudo o que foi devido a ele - isto é, sem qualquer esperança de libertação, por isso ele nunca poderia fazer. Como é perceptível essa conta toda, bem como a inferência grande nosso Senhor retira-lo: 1. O devedor era livre e plenamente perdoados; 2. Ele deliberadamente e gravemente ofendido, 3. Seu perdão foi recolhido, toda a dívida exigida, eo agressor entregou aos verdugos de todos os tempos. E devemos ainda dizer, mas quando estamos uma vez livre e plenamente perdoado, nosso perdão não pode ser recolhido? Em verdade, em verdade, eu vos digo: Assim também meu Pai celeste vai fazer para vós, se de coração não perdoardes cada um a seu irmão. http://www.ccel.org/ccel/wesley otes.i.ii.xx.html
35 - Assim vos fará, também, meu Pai celestial, se do coração não perdoardes, cada um a seu irmão, as suas ofensas.




Untitled Document

Velho Testamento


Gênesis I Samuel Ester Lamentações Miquéias
Êxodo II Samuel Ezequiel Naum
Levítico I Reis Salmos Daniel Habacuque
Números II Reis Provérbios Oséias Sofonias
Deuteronômio I Crônicas Eclesiastes Joel Ageu
Josué II Crônicas Cânticos Amós Zacarias
Juízes Esdras Isaías Obadias Malaquias
Rute Neemias Jeremias Jonas


Novo Testamento


Mateus I Corintios I Tessalonicenses Filemom I João
Marcos II Corintios II Tessalonicenses Hebreus II João
Lucas Gálatas I Timóteo Tiago III João
João Efésios II Timóteo I Pedro Judas
Atos Filipenses Tito II Pedro Apocalipse
Romanos Colossenses