FECHAR

Biblia Comentada por Versículo - RSS

Projeto Histórias Bíblicas para as Crianças!

Item 1 Title thumbnail of Item 1 Title

Um ato simples para você, e muito importante para nós, compartilhe, divulgue a Palavra de Deus!

Item 2 Title thumbnail of Item 2 Title

Cadastre Artigos aqui no Bíblia Comentada!

Item 3 Title thumbnail of Item 3 Title

Acesse agora nosso Circulo de Oração!

Item 1 Title thumbnail of Item 1 Title


caminhada do povo Hebreu pelo deserto



Êxodo Do Egito ( Ramessés ) á atravessia do rio Jordão ( Canaã ) -De Ramessés a Sucote ( Nm 33. 3-5 ) O povo de Israel, após o Senhor ter afligido os primogênitos dos Egípcios ( Ex 12.12-37 ), estavam os Israelitas em seiscentos mil homens, sem contar as mulheres, as crianças e também uma mistura de gente que subiam com eles, saindo de Ramessés, cidade construída pela suas próprias mãos ( Ex 1.11 ), até Sucote, no décimo quinto dia do primeiro mês; no dia seguinte o da Páscoa, o Senhor não levou o povo pelo caminho mais perto, que seria pela terra dos filisteus, para que o povo não se arrependesse vendo a guerra e voltasse para o Egito, e fez DEUS, eles rodear o deserto perto do Mar Vermelho ( Ex 13.17-18 ), e levou Moisés os ossos de José. -De Sucote a Etã ( Nm 33.6 ) Assim partiram de Sucote e acamparam em Etã, a entrada do deserto ( Ex 13.20 ), e nunca tirou o Senhor a coluna de nuvem de dia, nem a coluna de fogo a noite. -De Etã a Pi-Hairote ( Nm 33.7 ) Já em Etã, o Senhor manda que eles voltem e acampem diante de Pi-Hairote, entre Migdol e o Mar, diante de Baal-Zefom, para acampar diante dele ( Ex 14.1 ), e foi ali que Faraó viu os filhos de Israel acampado e os perseguiu, vendo os filhos de Israel que os Egípcios vinham, clamaram ao Senhor, e o Senhor disse a Moisés: porque clamas, diz aos filhos de Israel que marche. E o Senhor manda que Moisés levante a vara e estenda as mãos para o Mar, fazendo o Mar se abrir para o povo passar, o Senhor endurece o coração do Faraó para entrar dentro do Mar, quando entrou o Mar se fechou, matando todos os Egípcios, e atravessou Israel chegando ao deserto de Sur. ( Ex 14.3-31 ) -De Pi-Hairote a atravessia do Mar vermelho chegando ao deserto de Etã ( Sur ) até Mara ( Nm 33.8 ) Depois de partir do Mar Vermelho, e saíram no deserto de Sur, e andaram três dias no deserto e não acharam água, então chegaram a Mara, mas as águas de Mara eram amargas e não poderam beber, mas Moisés jogando um lenho a mando do Senhor as águas se tornam boas para beber, e ali o Senhor os provou. ( Ex 15.22-25 ) -De Mara a Elim ( Nm 33.9 ) Então o povo veio de Mara a Elim, onde havia ali doze fontes de água e setenta palmeiras; e ali se acamparam junto às águas. ( Ex 15.27 ) -De Elim, acamparam junto ao Mar Vermelho, e do Mar Vermelho ao deserto de Sim. ( Nm 33.10-11 ) E partiu os filhos de Israel de Elim para o deserto de Sim, que esta entre Elim e Sinai, aos quinze dias do segundo mês, depois que saíram do Egito ( Ex 16.1 ), e foi ali no deserto de Sim, que o maná e as codornizes são prometidos, por que o povo murmurou contra DEUS, pedindo comida. ( Ex 16.3-15 ) -Do deserto de Sim, acamparam em Dofca e em Alus até chegar a Refidim. ( Nm 33.12-14 ) E partiu os filhos de Israel do deserto de Sim pela suas jornadas, segundo o mandamento do Senhor, e acamparam em Refidim, e não havia ali água para o povo beber ( Ex 17.1 ), e foi em Refidim que Moisés feriu a rocha para sair água para o povo beber, e também foi ali que Amaleque pelejou contra Israel pegando os fracos que vinham na parte de traz, e Moisés subiu ao cume com Arão e Hur, e quando Moisés levantava os braços Israel vencia e quando Baixava Israel perdia, então Moisés cansado, Arão e Hur seguravam seus Braços ( Ex 17.8-13 ), também ali Moisés se encontra com sua família ( Ex 18.1-6 ), e Jetro seu sogro lhe aconselha a levantar lideres para julgar o povo e as questões mais complicadas levariam até ele ( Ex 18.13-27 ). -De Refidim ao deserto de Sinai ( Nm 33.15 ) No dia em que se completaram três meses desde a saída do Egito, chegaram ao deserto do Sinai, partindo de Refidim e acamparam diante do monte ( Ex 19.1-2 ), foi ali no pé do monte onde Moisés entregou ao povo os dez mandamentos e todas as leis ( Ex 20 até 23.33 ), e ali também foi edificado um altar no pé do monte e doze monumentos, segundo as doze tribos ( Ex 24.4 ), também ali foi onde o Senhor pediu uma oferta alçada, de todo homem cujo coração se mover voluntariamente, de ouro, prata e cobre para a construção do tabernáculo e seus utensílios ( Ex 25.1-2 ), e quando vez um ano de sua saída do Egito o Tabernáculo foi montado ( Ex 40.17 ) e ali no pé do monte que o povo fez um bezerro de ouro para adorá-lo, pois Moisés demorava muito a descer do monte,e quando desceu quebrou as duas tabuas do testemunho no pé do monte ( Ex 32.19-20 ), as leis do livro de Levítico foi dada também no Sinai, e antes o povo partir o Senhor mandou que Moisés fizesse a primeira contagem de toda a congregação ( Nm 1.1-2 ), e aconteceu tudo isso desde a saída do Egito até a saída do Sinai a Cades-Barnéia, seus dias foram 14 meses e 20 dias ( Nm 10.11 ). - Do deserto do Sinai a Quibrote-Hataavá (deserto de Parã ) ( Nm 33.16 ) Então o povo partiu do deserto do Sinai, onde ficou ali aproximadamente 1 ano, onde pela primeira vez partiram segundo o dito do Senhor sobre suas leis e estatutos, pelas mãos de Moisés para o deserto de Parã ( Nm 10.11-13 ), o nome Quibrote-Hataavá foi dado a um lugar onde o povo estava passando e subiu um desejo ardente por carne da parte do povo, ali o Senhor os feriu lançando uma praga e ali os enterrou ( Nm 11.34 ), outro acontecimento nessa caminhada foi com Moisés, que estava reclamando que estava muito dificio carregar essa carga, que era o povo, e o Senhor manda que ele pegue 70 homens e coloque na tenda da congregação que ele iria tirar do espírito dele ( Moisés ), para colocar neles ( Nm 11.1-35 ). -De Quibrote-Hataavá a Hazerote ( Nm 33.17 ) De Quibrote-Hataavá caminhou o povo para Hazerote, e pararam em Hazerote ( Nm 11.35 ); e foi em Hazerote que Miriã e Arão falaram contra Moisés por causa da mulher cuxita que Moisés tomou como mulher, e o Senhor defendeu Moisés e colocou uma lepra em Miriã que ficou 7 dias fora do arraial ( Nm 12.1-15 ) -De Hazerote ao deserto de Parã, a Cades no deserto de Zim ( Nm 12.16 ) Porém, depois, o povo partiu de Hazerote; e assentaram o arraial no deserto de Parã ( Nm 12.16 ), e foi ali que Moisés mandou doze espias verem a terra de Canaã ( Nm 13.1-2 ), os espias encontraram a congregação em Cades, e o relatório dos espias foi que a terra era realmente boa, e mana leite e mel ( Nm 13.27 ), alguns daqueles que tinham ido espiar a terra começaram a dizer que o povo que morava lá, era muito forte e grande, e contaminaram o povo que murmurou contra DEUS, que jurou que aquela geração não iria ver a terra que ele prometeu aos seus antepassados, somente Calebe e Josué iriam ver a terra ( Nm 13.28-33 e 14.1-24 ), os 10 homens que fizeram toda congregação murmurar contra DEUS, morreram de praga perante o Senhor, menos Calebe e Josué ( Nm 14.36-38 ), e ali em Cades ficaram muito tempo ( Dt 1.46 ), ali o Senhor mandou que eles voltassem para o caminho do Mar Vermelho ( Nm 14.25 ) ( Dt 2.1 ). -Peregrinação em Cades, de volta a Cades-Barnéia ( Nm 15.1 a 20.1 ) O povo acampou em vários lugares, ficando bastante tempo em Cades ( Nm 33.19-36 ), na volta ao deserto o Senhor lhes entregou alguns mandamentos e ordenanças para quando entrarem na terra de Canaã ( Nm 15.1-41 ), foi nessa caminhada que Corá, Data e Abirão, se levantaram contra Moisés e Arão ( Nm 16.1-3 ), e Corá junto com tudo o que era dele foi tragado por um buraco que abriu na terra e tragou tudo o que era dele ( Nm 16.31-33 ), e também nessa jornada a vara de Arão floresce dando autoridade total a Arão ( Nm 17.1-11 ), chegando os filhos de Israel, ao deserto de Zim, o povo ficou em Cades; e Miriã morreu ali e ali foi sepultada ( Nm 20.1 ), e ali ( Meribá ) Moisés e Arão pecam, tirando água da rocha, em vez de falar com a rocha, feriu a rocha duas vezes ( Nm 20.7-13 ). -De Cades ao Monte Hor ( Nm 33.37 ) E partiram de Cades; e desde Cades Moisés mandou mensageiros ao rei de Edom para passarem por suas terras, e o rei de Edom se recusou em deixá-los passar, então desviaram, para não lutar contra seus irmãos; e foram em direção ao monte Hor ( Nm 20.14.21 ), chegando ao Monte Hor, Arão sobe o Monte conforme o Senhor mandou, e morreu ali, por que foi rebelde a palavra do Senhor em Meribá ( Nm 20.22-29 ), no 1º dia do 5º mês do quadragésimo ano depois que Israel saiu do Egito( Nm 33.38-39 ), o rei de Arade, cananeu, ouviu que Israel vinha pelo caminho dos espias, e pelejou contra eles e levou alguns deles prisioneiro, o povo vez um voto com DEUS, que entregasse os cananeus nas suas mãos, e assim se fez, chamando aquele lugar Horma, que significa destruição absoluta ou banimento ( Nm 21.1-3 ). -Do Monte Hor, pelo Mar Vermelho, contornando Edom ( Nm 21.4 ) Partiram eles do monte Hor pelo caminho do Mar Vermelho, para contornarem a terra de Edom ( montanha de Seir ), e o povo ficou angustiado no caminho ( Nm 21.4 ), e o povo falou contra DEUS e Moisés, foi onde o Senhor enviou serpentes venenosa que matou muitos Israelitas, foram a Moisés que clamou ao Senhor, que mandou fazer uma serpente de bronze, e quem fosse mordido e olhasse para ela seria curado ( Nm 21.5-9 ), o Senhor manda que o povo não lute contra os edomitas, pois o Senhor tem dado a montanha de Seir para eles por Herança a Esaú ( Dt 2.5.8 ), então o povo virou e foram pela rota do deserto de Moabe ( Dt 2.8 ). -De Moabe a campinas de Jordão ( Dt 2.8-19 ) Depois de passarem por seus irmãos edomitas ( terra de Edom ), que habitavam em Seir, da qual o Senhor disse para não lutar contra eles pois o Senhor os abençoou com aquela terra ( Dt 2.5 ), o povo acampou em Obote, depois em Ijé-Abarim, no deserto de fronte com Moabe, ao leste, partiram dali e acamparam no Ribeiro de Zerede ( Nm 21.12 ), foi de Cades-Barnéia ao Ribeiro de Zerede que o povo ficou peregrinando por 38 anos até que a geração antiga fosse consumida ( mortos ) pelo deserto, como tinha jurado o Senhor ( Dt 2.13-16 ), depois partiram de Zerede e acamparam do outro lado de Arnom, que fica no deserto que se estende até o território dos amorreus, Arnom é a fronteira entre Moabe e os amorreus ( Nm 21. 13 ), Israel enviou mensageiros a Seom rei dos amorreus, para deixar Israel passar por suas terras, Seom não permitiu que Israel passasse por suas terras, então Seom formou seu exercito e lutou contra Israel, e Israel os venceu e ocupou todas as suas cidades desde Hesbom até Arnom ( Nm 21.21-26 ); então os Israelitas viraram e subiram o caminho de Basã, e Israel lutou contra Ogue, rei de Basã, e Israel derrotou Ogue, ficando com suas terras, como fez com os amorreus ( Nm 21.32-35 ) ( Dt 3.1-10 ); depois partiram os filhos de Israel e acamparam nas campinas de Moabe, para além do Jordão, perto de Jericó, o rei de Moabe, Balaque; viu o que os filhos de Israel fizeram com os Amorreus e temeu muito, achando que eles iriam limpar tudo em seu redor ( Nm 22.1-4 ); mas DEUS já tinha dito a Moisés que não lutasse contra os moabitas, por que o Senhor os abençoou com aquela terra, que são os filhos de Ló ( Dt 2.9 ); então os moabitas e os lideres de Midiã mandam chamar Balaão, um profeta de Deus ( 2 Pe 2.15-16 ) que se corrompeu ensinando falsa doutrina aos filhos de Israel, e mandaram chamar Balaão por que tudo que ele amaldiçoa é amaldiçoado, e tudo que ele abençoa é abençoado, mas Balaque queria que ele amaldiçoasse o povo de Israel, Balaão pede orientação a DEUS, que diz para ele abençoar pois é um povo bendito do Senhor ( Nm 22.6-14 ); na história de Balaque e Balaão DEUS transforma maldição em benção ( Nm 22.1 a 25.18 ), depois que DEUS lançou uma praga sobre os filhos de Israel, por obedecer os ensinamento de Balaão, foram mortos vinte e quatro mil ( Nm 25.9 ), depois distas coisas ter acontecido, o Senhor manda Moisés e Eleazar, filho de Arão fazer a segunda contagem da nova geração dos filhos de Israel, que foi nas campinas de Moabe, ao pé do Jordão, de Jericó ( Nm 26.1-3 ), a primeira foi a contagem da antiga geração no deserto do Sinai ( Nm 1.1-2 ), na segunda contagem não tinha nenhum daqueles que foram contados por Moisés e Arão no deserto do Sinai, a não ser Josué e Calebe ( Nm 26.63-65 ); depois da contagem o Senhor entregou mais algumas ordenanças a serem cumpridas, e manda Moisés subir o monte Nebo, ao topo de Pisga, para ver toda terra que o Senhor daria aos filhos de Israel e ali o Senhor o recolheria ( Nm 27.12-13 ) e ( Dt 34.1 ); e Josué é escolhido líder de toda congregação por imposição de mãos como o Senhor tinha dito ( Nm 27.15-23 ) e ( Dt 31.7 ); o Senhor mandou que Moisés se vingue dos midianitas por terem feito o povo de Israel pecar, e depois ele seria recolhido com seus antepassados ( Nm 31.1-2 ), então Israel se armou lutando e vencendo contra os midianitas, ferindo seus reis a espada e também Balaão ( Nm 31.3-8 ); a tribo de Rúben e de Gade não querem atravessar o Jordão, querem herdar a terra já conquistada, a terra de Jazer e de Gileade ( Nm 32.1 ), o Senhor disse que da a terra só se eles atravessarem o Jordão e ajudar seus irmãos a conquistar as terras deles por herança ( Nm 31.31-32 ); ali nas campinas de Moabe o Senhor deus suas ultimas leis, que seria a preparação para entrar na terra de Canaã ( Nm 33.50-56 ) e seus limites ( Nm 34.1-12 ) e os homens que dividiram a terra ( Nm 34.16-29 ); Moisés abençoa todas as tribos ( Dt 33.6-24 ), e depois a todo povo ( Dt 33.25-29 ); para finalizar toda caminhada desde Ramessés as campinas de Moabe, junto ao Jordão, frente a Jericó, Moisés sobe ao Monte Nebo, ao cume de Pisga, o Senhor mostra toda a terra , desde Gileade até Dã, e morreu ali Moisés na terra de Moabe, conforme o dito do Senhor ( Dt 34.1-8 ). Fim .




Comentários

Enviada Por: marcio gomes barbossa
Em:
paz do SENHOR Vmuito bom que DEUS de graça para continuar na peleja



Enviar Comentário